Ciclo de Workshops de Comicidade – “O que há por trás do nariz?”

Na sequência do interesse suscitado pelo workshop “O que há por trás do nariz?”, realizado no ano letivo 2018/2019, por Enne Marx, mestre em Intervenção e Animação Artística (ESECS) e doutoranda em Estudos Artísticos – Teatro e Artes Performativas (Universidade de Coimbra), desenvolvemos um ciclo de 4 workshops de comicidade, com o objetivo de fomentar o desenvolvimento pessoal e artístico dos participantes.

As sessões realizaram-se nos dias 23 e 30 de janeiro, 6 e 13 de fevereiro de 2020, com uma participação média de 10 pessoas por sessão.

Sobre a Comicidade e os 60+, Enne Marx escreveu:

“Sabemos que com o tempo nós desaprendemos a lidar com a vida de forma mais autêntica e verdadeira. Abandonamos, por consequência, a nossa essência e o prazer de brincar. Ao atingirmos o início da maturidade, o corpo e a mente (eu suponho) pedem e desejam um retorno a esse estado e lugar, onde ser “bobo” e engraçado é apenas rir consigo mesmo e encontrar no outro um olhar de cumplicidade e admiração.

Os 60+ não tiveram medo de jogar com a sua natureza de essência e trouxeram pro jogo, criatividade e alegria. O resultado desse ciclo de workshops me leva a acreditar que estou no caminho certo onde o primordial é o encontro das emoções positivas proporcionadas pelo olhar e pelo jogo do clown.

A minha avaliação quanto ao Ciclo de Workshops de Comicidade com os 60+ corrobora para o que eu acredito enquanto artista formadora e pesquisadora da linguagem do clown, que é mais do que trabalhar o cómico e o riso, é trabalhar as relações com qualidade, despertando para o que cada um tem de melhor no compartilhamento com o outro.

O grupo pôde se divertir uns com os outros e surpreender-se, o que ao meu ver, aumentava substancialmente a sua potência de agir, e consequentemente despertava-os para as emoções positivas. Assim, constato que as pessoas que com esta idade, mantêm atividades artísticas e interação/jogo com o outro, podem manter o seu desenvolvimento pessoal, corpo e mente em ação. No entanto, para que os workshops tenham maior qualidade, é necessário um maior comprometimento com os horários e a constância. Eu diria, que apenas esse item precisa ser melhorado.

Muito obrigada, eu me diverti imenso!”

Mais fotos e vídeos no fecebook da Enne: www.facebook.com/TeachingClowning

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.